sábado, 11 de junho de 2011


... A Farmácia Conventual ...

A farmácia conventual teve grande projecção técnico-científica e um enorme prestígio.
Existiam boticas em muitos conventos e mosteiros, que abasteciam as respectivas ordens. Eram famosas as dos cónegos regrantes de Santo Agostinho de Lisboa (S. Vicente de Fora) e Coimbra (Santa Cruz), as dos Dominicanos em Lisboa, na Batalha e em Aveiro: as dos Jesuítas, principalmente as do Colégio de Santo Antão (Lisboa) e de Goa. A Ordem de Cristo tinha uma importante botica no Convento de Tomar.
Muitas boticas conventuais vendiam medicamentos ao público, tais como as dos Dominicanos e dos Jesuítas, e mesmo medicamentos secretos, como também os Beneditinos, os Carmelitas e os Oratorianos.

Sem comentários: