sábado, 1 de janeiro de 2011

O Poeta Parisiense da Pintura

"Place Vendôme", Oil on Canvas

"Metro George V, Champs Elysees", Oil on Canvas

"Place du Tertre", Oil on Canvas

"Rue de Rivoli", Oil on Canvas

"Pont-Neuf", Oil on Canvas

"Champs Élysées", Oil on Canvas

"Place de l' Opéra in Winter", Oil on Canvas

"Quai de la Seine", Oil on Canvas

"Chatelet", Oil on Canvas

"Place du Theatre de la Comedie Française", Oil on Canvas

"Arc de Triomphe", Oil on Canvas

"Théâtre du Vaudeville", Oil on Canvas

A pintura de Edouard-Leon Cortès retrata não apenas um lugar, mas o seu espírito.
Uma arte de sensibilidade intensa, que, apesar de simples, faz as suas pinceladas impressionistas figurarem entre as mais belas retratações da eterna cidade-luz.
Pós-impressionista, era chamado de "o poeta parisiense da pintura". A sua paixão pela cidade era excepcional, conduzindo o seu talento ao encontro não somente dos monumentos, movimentos e pessoas, mas também da própria alma de Paris.
Apesar de uma técnica simples, utilizava infinitas variações para identificar os tons e cores das mudanças de estação e do clima.
Observar os seus quadros é observar alguma cena através de uma janela com gotas de chuva a escorrer por ela. Sua obra parece estar viva diante dos nossos olhos !

Sem comentários: