quarta-feira, 28 de abril de 2010

"Black & White" de Stephan Opitz






Recorrendo ao clássico 'Black and White", o fotógrafo alemão Stephan Opitz consegue captar aqueles pequenos pormenores capazes de provocarem as mais diversas emoções.
Fotografias de uma beleza muito própria na sua tristeza singular !

terça-feira, 27 de abril de 2010

A Arte de Ben Heine








Ben Heine, um talentoso artista belga, criou estas imagens espectaculares através da combinação de fotografias e simples desenhos.
Genial !

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Bandeiras de Culinária

Itália

Suíça

Austrália

Brasil

França

Grécia

Índia

Japão

Coreia

Líbia

Vietname

Espanha

Adorei estas 'bandeiras de culinária', especialmente concebidas para 'The Sidney International Food Festival' !
Simplesmente brilhante a ideia de utilizarem símbolos ou ingredientes gastronómicos típicos de cada país, na concepção da respectiva bandeira !
As minhas preferidas são as de Itália, Índia, Vietname e Espanha !
E as vossas ? ;)

domingo, 25 de abril de 2010

O Leque

O leque terá nascido na China no milénio anterior à nossa era, tornando-se num acessório de vestuário indispensável.

O nº de varetas varia consoante se trata de leque de homem ou de mulher.

Usavam-se todo o ano, sendo os de plumas e em forma de folha especialmente de Verão e os de seda de Outono. Transportavam-se na manga ou presos à cintura.

O leque serve não só para produzir ar fresco mas também para indicar o status social de quem o usa. Torna-se o símbolo do poder imperial e mandarinal porque movimentando o ar se pode exprimir e transmitir simultaneamente apaziguamento, bem estar e também voluptuosidade.

É-lhe igualmente atribuída uma conotação religiosa ao servir de barreira contra os espíritos maléficos.

Sedutores e Refrescantes

Até 23 de Maio, pode visitar no Museu de Artes Decorativas Portuguesas, criado a partir da colecção pessoal de Ricardo do Espírito Santo Silva, a exposição temática sobre leques do século XVIII pertencentes à colecção privada de Marionela de Gusmão. Estes delicados e raros objectos esculpidos, bordados, pintados, cinzelados ou gravados em materiais tão variados como ouro, prata, madrepérola, papel, seda ou marfim, contam-nos histórias de família, de viagens e de momentos inesquecíveis. Remetem-nos não só para um ambiente de festa e de gala, que a eles está intimamente ligado, mas também para as mãos sábias dos mestres que, em oficinas especializadíssimas, realizaram estes trabalhos. Para os interessados em saber mais sobre este tema ( história, fabrico etc. ) nada como consultar este site.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Waiting

Música de My Robot Friend. Vídeo de Liam Stevens.
Foi concebido utilizando apenas papel, caneta e tinta. Este 'adorável' trabalho demorou vários meses a ser realizado !

terça-feira, 6 de abril de 2010

"O Passado Nunca Passa"

Decorre até finais de Junho nos antigos Correios do Estoril, rebaptizados Espaço Memória dos Exílios, uma exposição de postais da colecção de José Santos Fernandes ilustrando a Cascais de antanho, intitulada «O Passado Nunca Passa» e organizada pela Câmara Municipal de Cascais.

Adorei esta colecção de postais ilustrados que evocam Cascais de outras épocas, retratando o concelho desde o final do século XIX até à actualidade.

"É nesta colecção, de facto, um admirável e rico ramalhete de flores secas que nos vai mostrando, metodicamente, rua a rua, vivenda a vivenda, palácio a palácio, ou em vistas gerais panorâmicas, mais as suas praias e areias, ..."

João Medina

"A transparência sem rival do ar, a doçura benéfica do clima, os jardins que afogam as vivendas em moitas de goivos, heliotrópicos e gerânios, os pinheiros que se projectam no azul límpido do céu, os eucaliptos que embalsamam os caminhos, os tapetes policrómicos das flores silvestres fazem duma digressão pela estância, um «verdadeiro festim de cor e de perfume.»"

Raúl Proença

"É do noivado imprevisto e contente das graças da terra com os encantos do oceano que resulta a sedução rara da sua paisagem."

João Correia de Oliveira

segunda-feira, 5 de abril de 2010

"Um Cidadão Exemplar"


"Um Cidadão Exemplar"
De F. Gary Gray (EUA)
Com Jamie Foxx, Gerard Butler e Colm Meaney
108 minutos

Sinopse:
"Clyde Shelton (GERARD BUTLER) é um cidadão exemplar que vê a sua mulher e filha serem brutalmente assassinadas durante uma invasão a sua casa. Quando os assassinos são detidos, Nick Rice (JAMIE FOXX), um jovem procurador de Filadélfia bem sucedido, é chamado para participar. Apesar dos seus protestos, Nick é forçado pelo seu chefe a oferecer a um dos suspeitos uma sentença leve em troca de um testemunho contra o seu cúmplice. 10 anos depois. O homem que se safou da acusação de homicídio é encontrado morto e Clyde Shelton admite friamente que é o culpado. Em seguida faz um aviso a Nick: ou compõe o sistema de justiça que falhou com a sua família, ou as pessoas importantes do processo morrerão. Shelton avança com as suas ameaças, orquestrando a partir da sua cela, na prisão, um fio de impressionantes e diabólicos assassínios que não podem ser previstos ou prevenidos. Filadélfia está dominada pelo medo à medida que os alvos de Shelton são mortos uns a seguir aos outros e as autoridades não têm poder para acabar com esta onda de terror. Apenas Nick poderá parar esta matança, e para tal, terá de ser mais astuto que este brilhante sociopata, num crucial concurso de vontades em que o menor descuido significa a morte. Com a sua própria família na mira de Shelton, Nick vê-se numa corrida exasperante contra o tempo, enfrentando um adversário mortal que parece estar sempre um passo à sua frente."

Gostei deste thriller imbuído de um ritmo endiabrado e contagiante que pretende provocar um debate sobre a 'podridão' do sistema judicial norte-americano ( como se fosse apenas este ) !

Excelentes as interpretações de Jamie Foxx e Gerard Butler.
O primeiro, impecável como sempre, na pele de um polícia de Filadélfia com um caso bicudo nas mãos. Ele investiga o caso de Clyde ( Gerard Butler ), génio do high-tech e psicopata maquiavélico que elabora com minúcia um plano para se vingar não só do assassino que lhe matou a família mas de todo um sistema jurídico americano que ele vai conseguir chantagear a partir da prisão.

Apenas a lamentar algumas cenas de violência gratuita !

Vejam aqui o trailer:

sábado, 3 de abril de 2010

"The Imaginarium of Doctor Parnassus"

"Parnassus - O Homem que queria enganar o Diabo"
De Terry Gilliam
Reino Unido / Canadá / França
123 minutos

Sinopse:
"Dr. Parnassus está amaldiçoado. Ele leva o seu teatro ambulante de cidade em cidade oferecendo magia e ilusão, juntamente com a sua filha e os seus ajudantes. Mas a maldição que paira sobre o teatro está cada vez mais próxima."

Dr. Parnassus é um velho mágico que fez um pacto com o diabo em troca da vida eterna, entregando a alma do seu primeiro descendente no dia em que completasse 16 anos.

Durante séculos, ele e o seu maravilhoso espectáculo ambulante percorrem as cidades, oferecendo a cada pessoa um mundo fantasista e onírico onde cada um pode escolher entre as alegrias simples e os prazeres sombrios.

Realizado pelo ex-Monthy Python Terry Gilliam, um conto sobre o bem e o mal, o real e o imaginado, o verdadeiro e o falso. Um renovado ensaio sobre a fronteira da realidade e do imaginário.

A morte de Heath Ledger, em Janeiro de 2008, fez suspender temporariamente a produção do filme, obrigando a uma readaptação do argumento.

Podia efectivamente ter ficado incompleto, mas o realizador conseguiu acabá-lo graças a Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell.
Estes, aproveitando a natureza sobrenatural da história, que envolve um espelho que abre para dimensões mágicas concretizadas pelos desejos secretos de quem o transpõe, interpretam a personagem do falecido alterada por esses saltos espelho dentro.

Adorei ... principalmente a hipotética existência de um espelho mágico que possa permitir a cada um de nós a possibilidade de contactarmos com os nossos próprios imaginários ! Um filme para sonhadores ! ;)

Vejam aqui o trailer:

Vintage Notebooks




Adoráveis estes pequenos 'notebooks' feitos à mão com papel reciclado e capas de livros vintage !
Podem adquiri-los aqui !

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Poesia nos pequenos 'desastres domésticos' !

Quando o "Ai que desastrada (o), entornei o vinho todo na mesa !" transforma-se em poesia !
Agradeçam à designer Kristine Bjaadal ! ;)