terça-feira, 25 de agosto de 2009

"A Tempestade" na Quinta da Regaleira


«A MATÉRIA QUE NOS COMPÕE É IGUAL À DOS SONHOS»

"Convidamos a embarcar rumo a ilha perdida
em cabo finistérreo, frondoso ...
a Regaleira transformada em cenário único nesta
terra, para a função que Próspero nos prepara
e oferece: O espectáculo do homem face
à natureza, a impotência daquele face à grande
Mãe.
Igualmente o compêndio das fraquezas humanas,
o descalabro moral em terras de ninguém, longe
do olhar que julga e condena. É um novo mundo,
um admirável novo mundo que se nos apresenta
aos olhos. Mas são os mesmos homens,
demasiado humanos, os que nele se perdem ...
A magia está no ar, correndo célere entre
o arvoredo, as ondas, os cumes rochosos.
Surpreende os meros mortais, altera-lhes
os passos, desvenda caminhos que nunca
poderiam ser imaginados.
Que A Tempestade comece ! "

Rui Mário

E foi na noite fria de Sábado ( 22 de Agosto ) que, na excelente companhia dos meus amigos Paulo e Sofia, fui até à Quinta da Regaleira assistir ao espectáculo volante "A Tempestade" de William Shakespeare.
Eram cerca das 21h15 quando levantámos os bilhetes. Posteriormente, como o evento só começava às 22h00 e até porque 'o estômago já reclamava' fomos até ao Restaurante Quinta da Regaleira 'beliscar qualquer coisa'.
Encantei-me com aquele local ... ao ar livre, música ao vivo, ementa excelente, ambiente encantador e, no meu caso, a usufruir de uma bela vista para o Palácio da Pena.

Após a refeição ficámos a aguardar no Pátio das Quimeras, no qual, para além do nome bastante sui generis, despertou-me a atenção a programação cultural, nomeadamente um concerto com taças tibetanas a decorrer naquele espaço, no próximo Sábado ! ;)

Não passado muito tempo fomos chamados e encaminhados para um pequeno largo ali próximo e assim teve início a Tempestade.Tempestade de emoções e de sentimentos contraditórios que vivi naquele largo. Razão tem Rui Mário quando escreve «A magia está no ar, correndo célere entre o arvoredo, as ondas, os cumes rochosos», pois foi precisamente esse cenário mágico que surpreendeu-me quando olhei para o meu lado direito. De um lado, vi surgir o Castelo ... límpido, forte, imponente, egoísta, masculino, apenas envolto pela certeza da noite, mas do outro, o Palácio ... belo, romântico, delicado, feminino, a sofrer com os beijos semiobscuros das brumas incertas e cinzentas.



Fiquei siderada perante a beleza daquela visão ! Todavia, deixou-me melancólica para o resto da noite ... ;(

Apesar de tal estado de alma, foi-me impossível não ter adorado a peça de teatro. A interpretação, o guarda-roupa, o cenário idílico ... tudo excelente !

Um espectáculo mágico a não perder !!!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O amor

"fico admirado quando alguém, por acaso e quase sempre
sem motivo, me diz que não sabe o que é o amor.
eu sei exactamente o que é o amor. o amor é saber
que existe uma parte de nós que deixou de nos pertencer.
o amor é saber que vamos perdoar tudo a essa parte
de nós que não é nossa. o amor é sermos fracos.
o amor é ter medo e querer morrer."

José Luís Peixoto in "A criança em ruínas"

I'm taking back my love




"Go ahead just leave, can't hold you, you're free
You take all these things, if they mean so much to you
I gave you your dreams, 'cause you meant the world
So did I deserve to be left here hurt?

You think I don't know you're out of control
I ended up finding all of this from my boys
Girl, you're stone cold, you say it ain't so
You already know I'm not attached to material

I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love, my love
My love


Yeah, what did I do but give love to you?
I'm just confused as I stand here and look at you
From head to feet, all that's not me
Go 'head, keep the keys, that's not what I need from you

You think that you know
(I do)
You've made yourself cold
(Oh yeah)
How could you believe them over me, I'm your girl

You're out of control
(So what?)
How could you let go?
(Oh yeah)Don't you know I'm not attached to material?

I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love, my love

I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love, my love

So all this love I give you, take it away
(Uh, uh huh)
You think material's the reason I came
(Uh, uh huh)

If I had nothing would you want me to stay
(Uh, uh huh)
You keep your money, take it all away

I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love

I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love


I'd give it all up but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, I'm takin' back my love
I've given you too much but I'm takin' back my love
I'm takin' back my love, my love, my love, my love

Ooh, my love
(I'm taking back my love)
Ooh, my love"

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Sir Lawrence Alma Tadema






Sir Lawrence Alma Tadema ( 1836 - 1912 ), pintor de "vitorianos em togas", foi um dos mais proeminentes artistas do neoclassicismo europeu.
A sua paixão pelas culturas clássicas reflecte-se na perfeição técnica das suas pinturas.
Simplesmente espectacular ... ;)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Lorraine Mondial Air Ballons 2009






Lorraine Mondial Air Ballons ... uma das maiores concentrações de balões de ar quente pilotados e que ocorre em França de dois em dois anos.
Adorei a edição deste ano, realizada no passado dia 26 de Julho ! ;)
O espectacular momento da ascensão, que encheu o céu de pontos multicoloridos, foi registado por fotógrafos como Daniel Guffanti ou Gaston Batistini.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Good enough to eat








Simplesmente deliciosas estas pinturas de Nouar, artista norte-americana, cujas fontes de inspiração vão desde as animações clássicas até à publicidade vintage !

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

" Estou para ver "









9H30 da manhã de Domingo ( 02 de Agosto ) na Marina de Cascais ... o dia adivinhava-se solarengo, ainda que ventoso !
Confirmei os dados daquela que pretendia ser uma surpresa para o meu namorado ( um bonito passeio de barco à vela ) e, após termos colocado os devidos coletes de salvação, lá entrámos para o "Estou para Ver", um antigo Galeão do Sal do início do Séc XX.
Gostei imenso desta embarcação andeja e bolineira ! Construída no ano de 1920, na zona de Setúbal, presume-se que no seu início tenha sido usada como embarcação de pesca, e, mais tarde, adaptada ao transporte de sal.
Foi adquirida pelo Município de Cascais em Junho de 2003, com o objectivo de proporcionar aos seus utentes o contacto com o mar, bem como a oportunidade de navegar ao longo da belíssima Costa de Cascais / Estoril.
Adorei esta experiência ... o mar, o vento a acariciar os cabelos, a brisa marítima, mas principalmente os dois golfinhos que avistámos ao longe !
Achei engraçada e pedagógica a ideia de um dos elementos da tripulação sentar-se perto de nós e contar a história do "Estou para Ver".
Aprendi algumas noções muito básicas relativamente à arte da navegação, tais como a diferença entre bombordo e estibordo. Certamente que irão ser úteis para as minhas provas de águas abertas, nomeadamente quando tiver que contornar as bóias ... ;)
Informações pelo tel: 214825556 / 81