quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Ponte Khaju






Localizada na província de Isfahan, no Irão, a ponte Khaju cumpre múltiplas funções. A primeira e mais elementar é a de ligação entre as duas margens do rio Zayandeh; simultaneamente serve de dique e separa dois trechos do rio com níveis diferentes; por fim, é um excelente local de lazer, com os seus pavilhões e degraus sobre a água, numa região onde o calor se faz sentir com intensidade.

A ponte foi construída no século XVII com vinte e três arcos ogivais feitos em pedra e tijolo vencendo um vão de 105 metros. No nível superior o tabuleiro possui um corredor central pavimentado, por onde passa o tráfego rodoviário (cavalos e carroças, principalmente), e duas galerias laterais cobertas por abóbadas destinadas aos peões. A concepção funcional e a qualidade do espaço são irrepreensíveis.

As arcadas que suportam o tabuleiro são utilizadas como local de repouso e refresco graças à sua sombra e proximidade com a água. Mais abaixo, alicerces bem delineados sustêm e encaminham as águas do nível superior, a montante, para o nível inferior através de um conjunto de degraus muito elegante que agarra toda a estrutura ao leito do rio. São usados comummente pela população como plataforma de desfruto do rio, como se fosse uma praia fluvial.

Sem comentários: