terça-feira, 18 de março de 2008

PS "QUERIA" PROIBIR PIERCINGS !


Quando no Domingo de manhã olhei para a capa do "Diário de Notícias" nem queria acreditar no que lá vinha estampado: uma imagem alusiva a um piercing com o seguinte título: "PS QUER PROIBIR PIERCING NA LÍNGUA".

Completamente estupefacta, avancei rapidamente para a página 20 e li o artigo em questão.

Invocando razões de saúde pública e segundo um projecto de lei avançado pelo PS, "os piercings na língua e na proximidade de vasos sanguíneos, nervos e músculos vão ser proibidos".

À medida que ía "devorando" o artigo só pensava: mas quem terá sido o déspota que lembrou-se desta medida?

Renato Sampaio, "O Iluminado", presidente do PS/Porto, provavelmente sem mais nada que fazer na vida.

Para mim, isto é um puro atentado à liberdade individual, à liberdade de expressão do nosso corpo.

Da minha língua sei eu e mais ninguém!

Em vez de proibir, reprimir, porque não educar e responsabilizar?

Existem perigos, sim, mas também os há quando saimos de casa, comemos fast-food, damos "pulinhos" à praia em plena hora de almoço, abusamos nos chocolatinhos ou não fazemos qualquer tipo de exercício físico.

Mas é melhor não falar muito, não vá "O Iluminado" no próximo Dia do Consumidor lembrar-se de proibir o consumo de chocolatinhos.

Mas, e para não fugir ao que vai sendo habitué neste governo, o PS acabou por recuar uma vez mais e manifestou-se disponível para aceitar que menores de 18 anos sejam autorizados a usar piercings ou tatuagens, desde que a família assuma a responsabilidade.

Da mesma forma, "O Iluminado" está receptivo a rever a proibição aos cidadãos em geral de aplicarem piercings em zonas do corpo como a língua e outras áreas sensíveis, desde que alertados para os riscos.

Já agora, pergunto-me eu, como é que iria ser feita a fiscalização? Será que iria ser criada a ASAE dos Genitais?

Sem comentários: